Dr. Lísias Nogueira Castilho - Urologista | Fone: (19)32540225 / 3112-4600

Dra. Silvia Diez Castilho - Pediatra | Fone: (19)25136091

Artigos

bebidas-alcoolicasA Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o consumo excessivo de álcool mate cerca de 2,5 milhões de pessoas por ano no mundo, número maior do que as mortes causadas pela AIDS, pela tuberculose e outras doenças de alta prevalência. Outras 75 milhões de pessoas, ainda segundo a OMS, sofreriam da doença outrora denominada alcoolismo. Os danos físicos, psicológicos, familiares e sociais que o abuso do álcool causa nunca poderão ser inteiramente estabelecidos, uma vez que diversas tragédias humanas decorrem diretamente do abuso do álcool e nem sempre são contabilizadas, como as mortes violentas, os acidentes de trânsito, os afogamentos, os suicídios, a violência doméstica, os abusos sexuais, etc.

Continue Lendo

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault

fralda-geriatrica-tena-pants-plus-extra-grandeMuitas pessoas acreditam, sinceramente, por absoluta ignorância, que os idosos estão inexoravelmente condenados a anularem sua vida sexual, ficarem surdos, usarem dentadura, usarem fralda e perderem a lucidez. Isso seria normal no processo de envelhecimento humano.

Continue Lendo

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault

2009 08 06 Haemagogus Leucocelaenus 1A febre amarela é uma doença encontrada principalmente na América do Sul e na África. Trata-se de uma doença viral, transmitida por meio de picada de mosquitos. O vírus é da família Flaviviridae e é transmitido pelo mosquito Haemagogus, na zona rural, e pelo mosquito Aedes aegypti, nas cidades. O Aedes aegypti também é o mosquito que transmite dengue, zica e chikungunya. O vírus da febre amarela está hospedado somente em seres humanos e em macacos. Não pode ser transmitido de pessoa para pessoa, mas somente por meio da picada de um mosquito que se infectou ao picar um ser humano ou um macaco.

Continue Lendo

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault

cigarro armaA Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos acabam de divulgar os dados de um estudo patrocinado por ambas as prestigiosas instituições sobre os efeitos maléficos do tabagismo no mundo.

Continue Lendo

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault