Dr. Lísias Nogueira Castilho - Urologista | Fone: (19)32540225 / 3112-4600

Dra. Silvia Diez Castilho - Pediatra | Fone: (19)25136091

Artigos

O futuro do check-up do câncer

As estatísticas oficiais do Brasil e da maioria dos países mostram que de cada três mortes por causas naturais, uma decorre de alguma forma de câncer. Há uma estimativa da ONU e da OMS (Organização das Nações Unidas e Organização Mundial da Saúde) de 12 milhões de mortes por câncer no mundo, por ano, pelos próximos vinte anos.As estatísticas oficiais do Brasil e da maioria dos países mostram que de cada três mortes por causas naturais, uma decorre de alguma forma de câncer. Há uma estimativa da ONU e da OMS (Organização das Nações Unidas e Organização Mundial da Saúde) de 12 milhões de mortes por câncer no mundo, por ano, pelos próximos vinte anos.

Bastam esses dados para que qualquer pessoa mentalmente sadia se preocupe em fugir do câncer. Como fazê-lo? Atualmente, a melhor maneira de se evitar o câncer é adotar um estilo de vida sadio, principalmente não fumando e não engordando. O sobrepeso e o cigarro são as principais causas de câncer que pode ser evitado, segundo uma pesquisa recente nos Estados Unidos. A estimativa é de 42 casos em cada 100, número muito expressivo.

A segunda maneira de fugir do câncer é procurá-lo ativamente a partir dos 40 anos de idade, em todo o organismo, por meio de consultas médicas e de exames complementares (raio x de tórax, endoscopia digestiva, colonoscopia, ultrassom abdominal, dermatoscopia, Papanicolau ginecológico, mamografia, etc.).No futuro haverá exames de sangue especiais, baseados em pesquisa de fragmentos de DNA na corrente sanguínea de casos com câncer inicial. Isso já vem sendo testado por uma equipe da Johns Hopkins, nos Estados Unidos, com resultados surpreendentemente bons, especialmente para aqueles casos mais difíceis de salvar, como o câncer de pâncreas. Até já existe um exame de sangue especial (CancerSEEK), que é caro (cerca de 500 dólares lá nos EUA), comercialmente disponível, que pesquisa câncer de ovário, fígado, estômago, pâncreas, esôfago, cólon, pulmão e mama.

Mais para o futuro, talvez em 20 anos, faremos apenas exames de sangue e de urina para pesquisar tumores iniciais de todos os órgãos, tumores tão pequenos que não podem ser detectados pelos exames rotineiros atuais. Quem viver, verá.

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault