Dr. Lísias Nogueira Castilho - Urologista | Fone: (19)32540225 / 3112-4600

Dra. Silvia Diez Castilho - Pediatra | Fone: (19)25136091

Artigos

Segunda opinião

Quando um médico indica uma cirurgia qualquer, pequena ou grande, ou um tratamento de alta complexidade, como radioterapia, quimioterapia e diálise, o paciente deveria buscar uma segunda opinião médica, da mesma especialidade. Isso não é de modo algum ofensivo ao médico que indicou o tratamento pela primeira vez e não deveria suscitar qualquer prurido em qualquer das partes, médico e paciente. Também o médico que emitirá a segunda (ou terceira) opinião, não deveria se sentir pressionado ou constrangido. Bons profissionais apreciam a busca da segunda opinião para estabelecerem com mais embasamento sua conduta profissional. A segunda opinião é uma medida que só beneficia a boa prática médica, evitando fraudes e desperdícios, tanto no serviço público como no privado. De modo algum o serviço privado está isento de fraudes e tratamentos desnecessários.

No Brasil, como em outros países, há boas e más indicações de tratamento clínico ou cirúrgico. Há também desperdícios e fraudes. A Escola Nacional de Seguros (Funenseg) e o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) apresentaram recentemente dados relativos a 2015 e 2016, demonstrando que, no Brasil, há gastos de cerca de 20 bilhões de reais por ano com procedimentos cirúrgicos desnecessários, exames inúteis ou fraudes. No Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, por exemplo, estimou-se que 60% das cirurgias de coluna no Brasil são desnecessárias. Lá existe um serviço gratuito de segunda opinião em casos que tenham indicação de cirurgia de coluna. De cada 10 pacientes que lá se consultam, 6 são aconselhados a não se submeterem às cirurgias propostas por seus respectivos ortopedistas.

Bons profissionais ficam satisfeitos quando seus pacientes buscam uma segunda opinião. Maus profissionais se sentem ofendidos com isso. Este já é um critério central para que se escolha o médico que efetuará seu tratamento.

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault