Dr. Lísias Nogueira Castilho - Urologista | Fone: (19)32540225 / 3112-4600

Dra. Silvia Diez Castilho - Pediatra | Fone: (19)25136091

Artigos

Quanto vive uma pessoa contaminada pelo vírus da AIDS?

Até meados dos anos 90, um aidético tinha uma expectativa de vida de 18 meses no Brasil. No Primeiro Mundo, essa expectativa era de 36 meses. Quando surgiu a terapia antirretroviral, base do “coquetel” de três drogas diferentes, em 1996, a expectativa de vida começou a crescer. De 2008 para cá, com novas drogas, o coquetel tornou-se ainda mais eficiente. Segundo um estudo recente, com 88 mil pacientes, os aidéticos que começaram a se tratar a partir de 2008 têm agora uma expectativa de vida de 78 anos, na Europa e nos Estados Unidos, poucos anos menor do que as pessoas não-aidéticas naqueles mesmos lugares. Isso significa que, atualmente, a doença AIDS ficou tão cronificada, que praticamente pode-se dizer que ela não encurta mais a vida.

No Brasil, a incidência de AIDS vem aumentando nos últimos anos, pela omissão governamental, principalmente. O coquetel oferecido aqui é o mesmo dos países desenvolvidos. Não há estudos semelhantes no Brasil, mas o que se vê na prática é que as nossas vítimas da AIDS, se bem tratadas e bem acompanhadas, têm vidas normais, ainda que não curadas.

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault